Moradia no Cartaxo

Este projecto nasce já com uma herança de uma habitação unifamiliar e adega, tudo num mesmo volume que se desenvolve longitudinalmente paralelo à estrada.

O volume existente, desabitado à já algum tempo, estava em bom estado de conservação e apesar das divisões não terem uma grande dimensão, o pé direito alto, o chão em tábua corrida de pinho, as portas de madeira maciça, na sua maioria de duas folhas com bandeira superior em vidro e as portadas interiores de madeira maciça, foram características que se mantiveram e fazem da intervenção de reabilitação uma intervenção com história.

Neste volume existente, foi reabilitada a adega, que mantêm a sua função, e a habitação, onde se concentraram as áreas de dormir. As áreas sociais desenvolver-se-iam no novo volume ampliado, paralelo ao existente e de forma idêntica, para tirar maior partido da orientação solar.

Estes dois volumes são unidos por uma área de envidraçado, que faz a ligação ao alpendre e também ao espaço exterior criado entre os dois volumes principais, que se pretende que seja um espaço exterior de maior permanência.

Projecto
Moradia Unifamiliar
Localização
Cartaxo, Portugal
Área
290 m²
Arquitectura
Arquitecta Inês Forte
Estabilidade
Engenheiro Tiago Marques
Construção
Martivilas, Lda